quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Corra Lola, Corra!

Inspirada por meu amigo Lipe escrevo esses breves trechos.
Não se trata de um poema ou nada literário.
São apenas lembranças...
E recordações que deixaram de ser minhas, mas, como toda recordação "boa", passou a ser de todos aqueles que chamo de amigos
E todos que compatilham comigo dos momentos bons, os risos, as "palas", e as coisas que realmente marcam, não só a minha vida, mas a vida de todas as pessoas que cruzaram meu caminho
Corra Lola, corra, eu não sei explicar
É algo meu, algo do meu "id" que o meu "me" não tem palavras para descrever
O que vc pensou no momento?
De verdade?! Não sei!!!
No momento fui uma Walsh, fui uma Sereníssima.... mas a Ingrid não sabe explicar verdadeiramente o motivo...
Mas para todos aqueles que entederam o meu momento e riram comigo de cada detalhe...
Corra Lola, corra!!!!

Um comentário:

pálido disse...

amiga, só vai entender quem tem um pouco de lola dentro de si, um pouco daquele impulso que encoraja á corre.